Pesquisar este blog

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

ATIVIDADE 05 - CONHECIMENTO, PENSAMENTO E LÓGICA - 2° ANO


A Lógica, pela nova classificação dos estudos humanos é um Título das Ciências Filosóficas dita ciência do raciocínio e como tal ensina a buscar o conhecimento de forma correta e, assim, estuda os procedimentos e as condições do pensamento correto e do conhecimento exato, Aristóteles a classificava simultaneamente como ciência e arte; sem dúvida, Voltaire concordava com ele definindo-a como “l’art de la raison juste”.
São dois os seus ramos: a lógica formal e a lógica matemática (alguns usam o termo “exata”). Evidentemente, vários são os filósofos que entram em devaneio classificatório, indo a considerações as mais simples embora racionais, para chegarem a conclusões senão redundantes, pelo menos, quase repetitivas.
Por outro lado, sendo o pensamento o processo ou conjunto de ações usado pelo homem para imaginar a verdade em si, evidentemente, deveria estar diretamente ligado à lógica, todavia, não nos parece que isto seja obedecido já que, vendo os mesmos fatos, pessoas distintas pensam coisas diversas que os levam, por vezes, até, a conclusões antagônicas...


http://br.groups.yahoo.com/group/ciencias2005/message/1167 ACESSO EM 29/08/2011

ATIVIDADE 05 - O TRABALHO - 1° ANO

Este trabalho tem por objetivo, demonstrar como a questão do trabalho é elaborada em Marx, permeando todos os demais sentidos de sua obra; a busca da compreensão da força motriz do Capitalismo tanto como ela se apresenta a sociedade, como para Marx; a contraposição dos sentidos.
Para Marx, o homem é o primeiro ser que conquistou certa liberdade de movimentos em face da natureza. Através dos instintos e das forças naturais em geral, a natureza dita aos animais o comportamento que eles devem ter para sobreviver. O homem entretanto, graças ao seu trabalho, conseguiu dominar em parte, as forças da natureza, colocando-as a seu serviço.

Os animais também trabalham e produzem, porem somente para atender as exigências práticas imediatas, exigências materiais diretas dos mesmos ou de seus filhotes portanto, não podendo ser livres ao trabalharem, pois a atividade dos mesmos é determinada unicamente pelo instinto ou pela experiência limitada que podem ter.

O que ocorre ao homem é diferente. Anterior a realização de seu trabalho, o homem é capaz de projetá-lo, ou seja, a capacidade de definir meios diversos que possibilitam o alcance de seu objetivo, possuindo a livre escolha da alternativa que melhor se adeqüe a seus meios e procura segui-los.
Justamente porque o trabalho humano pode ser diferente do trabalho dos animais é que o homem modifica a natureza de acordo com suas possibilidades. O que Marx observa na História é a evolução gradativa do trabalho, naquilo que corresponde a evolução do homem e a necessidade de suprir suas necessidades frente ao meio.


http://www.klepsidra.net/klepsidra8/marx.html ACESSO EM 29/08/2011

AS 11 REGRAS DE BILL GATES


Esta é uma dessas mensagens que se espalham  por aí nos e-mails, redes sociais e sites.
O que importa é o conteúdo da mensagem. Vale a pena pensar um pouco.
Começemos…
Bill Gates foi convidado por uma escola secundária para uma palestra.
Chegou de helicóptero, tirou o papel do bolso onde havia escrito onze itens.
Leu tudo em menos de 5 minutos, foi aplaudido por mais de 10 minutos sem parar, agradeceu e foi embora em seu helicóptero.
Eis o que ele proferiu que ficou conhecida como suas  famosas regras.
1. A vida não é fácil — acostume-se com isso.
2.  O mundo não está preocupado com a sua auto-estima. O mundo espera que você faça alguma coisa útil por ele ANTES de sentir-se bem com você mesmo.
3. Você não ganhará R$20.000 por mês assim que sair da escola. Você não será vice-presidente de uma empresa com carro e telefone à disposição antes que você tenha conseguido comprar seu próprio carro e telefone.
4. Se você acha seu professor rude, espere até ter um chefe. Ele não terá pena de você.
5. Vender jornal velho ou trabalhar durante as férias não está abaixo da sua posição social. Seus avós têm uma palavra diferente para isso: eles chamam de oportunidade.
6. Se você fracassar, não é culpa de seus pais. Então não lamente seus erros, aprenda com eles.
7. Antes de você nascer, seus pais não eram tão críticos como agora. Eles só ficaram assim por pagar as suas contas, lavar suas roupas e ouvir você dizer que eles são “ridículos”. Então antes de salvar o planeta para a próxima geração querendo consertar os erros da geração dos seus pais, tente limpar seu próprio quarto.
8. Sua escola pode ter eliminado a distinção entre vencedores e perdedores, mas a vida não é assim. Em algumas escolas você não repete mais de ano e tem quantas chances precisar até acertar. Isto não se parece com absolutamente NADA na vida real. Se pisar na bola, está despedido… RUA!!! Faça certo da primeira vez!
9. A vida não é dividida em semestres.Você não terá sempre os verões livres e é pouco provável que outros empregados o ajudem a cumprir suas tarefas no fim de cada período.
10. Televisão NÃO é vida real. Na vida real, as pessoas têm que deixar o barzinhoou  a boate e ir trabalhar.
11. Seja legal com os CDFs (aqueles estudantes que os demais julgam que são uns
babacas). Existe uma grande probabilidade de você vir a trabalhar PARA um
deles.

quinta-feira, 25 de agosto de 2011

AYRTON SENNA DA SILVA - UM ÍDOLO

O MAIOR PILOTO DE TODOS OS TEMPOS

UM EXEMPLO DE PESSOA

Sempre bom lembrar os números:
3 campeonatos mundiais
41 Vitórias
80 pódios
610 pontos
65 pole positions
19 voltas mais rápidas
6 vezes venceu em Mônaco.

FRASES DE UM HOMEM QUE NÃO FOI SÓ VENCEDOR NAS PISTAS, MAS NA VIDA TAMBÉM.

"Os ricos não podem mais viver numa ilha rodeada por um mar de pobreza. Nós respiramos, todos, o mesmo ar. Devemos dar a cada um, uma chance, ao menos uma chance fundamental." (Ayrton Senna)"

"Seja você quem for, seja qual for a posição social que você tenha na vida, a mais alta ou a mais baixa, tenha sempre como meta muita força, muita determinação e sempre faça tudo com muito amor e com muita fé em Deus, que um dia você chega lá. De alguma maneira você chega lá." (Ayrton Senna)

"Não sei dirigir de outra maneira que não seja arriscada. Quando tiver de ultrapassar vou ultrapassar mesmo. Cada piloto tem o seu limite. O meu é um pouco acima do dos outros." (Ayrton Senna)

"Ou você se compromete com objetivo da vitória, ou não." (Ayrton Senna)

"Vencer é o que importa. O resto é a conseqüência." (Ayrton Senna)

"O dia que chegar, chegou. Pode ser hoje ou daqui a 50 anos. A única coisa certa e que ela vai chegar. Morte" (Ayrton Senna)

"Uma maneira de preservar sua própria imagem é não deixar que o mundo invada sua casa. Foi um modo que encontrei de preservar ao máximo meus valores." (Ayrton Senna)

"O medo me fascina." (Ayrton Senna)

"Dinheiro é um negócio curioso. Quem não tem está loco para ter; quem tem está cheio de problemas por causa dele." (Ayrton Senna)

"Meu maior erro? Acho que ainda está para acontecer." (Ayrton Senna)

"Nunca precisei mostrar que em determinado GP eu estava com uma loira de olhos azuis ou em outro GP com uma morenaça. Quando aconteceu, foi uma coisa natural e nunca para mostrar aos outros que eu sou garanhão e tenho dezenas de mulheres. Se eu tive uma dezena de mulheres, foi para mim mesmo." (Ayrton Senna)

"A Fórmula 1 é um tempo perdido se não for para vencer." (Ayrton Senna)

"O fato de ser brasileiro só me enche de orgulho." (Ayrton Senna)

"Se você quer ser bem sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si mesmo." (Ayrton Senna)

"Meus ídolos como pilotos sempre foram Niki Lauda e Gilles Villeneuve. O primeiro pela frieza e Villeneuve pela agressividade." (Ayrton Senna)

"Essa foi uma corrida que vai passar para a história. (sobre o GP do Japão em 1988, quando conquistou seu primeiro título)" (Ayrton Senna)

"Se cheguei onde cheguei e consegui fazer tudo o que fiz, foi porque tive a oportunidade de crescer bem, num bom ambiente familiar, de viver bem, sem problemas econômicos e de ser orientado no caminho certo nos momentos decisivos de minha vida." (Ayrton Senna)

"Lutei muito para sentar naquele carro, para estar ao lado de Frank Williams, mas estou sentido que vai dar trabalho. Ou eu não me adaptei ao carro, ou o carro não foi com a inha cara." (Ayrton Senna)

"O medo faz parte da vida da gente. Algumas pessoas não sabem como enfrentá-lo. Outras, acho que estou entre elas, aprendem a conviver com ele e o encaram não de forma negativa, mas como um sentimento de auto preservação." (Ayrton Senna)

"Dinheiro é um negócio curioso. Quem não tem está louco para ter, e quem tem está cheio de problemas por causa dele." (Ayrton Senna)

"O importante é ganhar. Tudo e sempre. Essa história que o importante é competir não passa de demagogia." (Ayrton Senna)


http://www.belasmensagens.com.br/frases-ayrton-senna.php ACESSO EM 25/08/2011

ATIVIDADE 04

PARA POSTAR SEU COMENTÁRIO NA ATIVIDADE 04 ACESSE UM DOS LINKS ABAIXO:

1° ANO:http://felipemanke.blogspot.com/2011/08/atividade-04-satisfacao.html

2° ANO:http://felipemanke.blogspot.com/2011/08/conhecimento-pensamento-e-linguagem_29.html

3° ANO:http://felipemanke.blogspot.com/2011/08/tales.html

HINO DE SANTA CATARINA


Letra: Horácio Nunes
Música: José Brazilício de Souza

Sagremos num hino de estrelas e flores
Num canto sublime de glórias e luz,
As festas que os livres frementes de ardores,
Celebram nas terras gigantes da cruz.
Quebram-se férreas cadeias,
Rojam algemas no chão;
Do povo nas epopéias
Fulge a luz da redenção.

No céu peregrino da Pátria gigante
Que é berço de glórias e berço de heróis
Levanta-se em ondas de luz deslumbrante,
O sol, Liberdade cercada de sóis.
Pela força do Direito
Pela força da razão,
Cai por terra o preconceito
Levanta-se uma Nação.

Não mais diferenças de sangues e raças
Não mais regalias sem termos fatais,
A força está toda do povo nas massas,
Irmãos somos todos e todos iguais.
Da liberdade adorada.
No deslumbrante clarão
Banha o povo a fronte ousada
E avigora o coração.

O povo que é grande mas não vingativo
Que nunca a justiça e o Direito calcou,
Com flores e festas deu vida ao cativo,
Com festas e flores o trono esmagou.
Quebrou-se a algema do escravo
E nesta grande Nação
É cada homem um bravo
Cada bravo um cidadão.

Fonte: Do Livro: "A Águia da Tua Bandeira" de Theobaldo Costa Jamundá
1988, Editado pela Secretaria de Estado da Educação
*Adotado pela Lei 144 de 6 de setembro de 1895, no Governo de Hercílio Pedro da Luz

HINO À BANDEIRA

Letra: Olavo Bilac 
Música: Francisco Braga 

Salve, lindo pendão da esperança, 
Salve, símbolo augusto da paz! 
Tua nobre presença à lembrança 
A grandeza da Pátria nos traz. 

Recebe o afeto que se encerra 
Em nosso peito juvenil, 
Querido símbolo da terra, 
Da amada terra do Brasil! 

Em teu seio formoso retratas 
Este céu de puríssimo azul, 
A verdura sem par destas matas, 
E o esplendor do Cruzeiro do Sul. 

Recebe o afeto que se encerra 
Em nosso peito juvenil, 
Querido símbolo da terra, 
Da amada terra do Brasil! 

Contemplando o teu vulto sagrado, 
Compreendemos o nosso dever; 
E o Brasil, por seus filhos amado, 
Poderoso e feliz há de ser. 

Recebe o afeto que se encerra 
Em nosso peito juvenil, 
Querido símbolo da terra, 
Da amada terra do Brasil! 

Sobre a imensa Nação Brasileira, 
Nos momentos de festa ou de dor, 
Paira sempre, sagrada bandeira, 
Pavilhão da Justiça e do Amor! 

Recebe o afeto que se encerra 
Em nosso peito juvenil, 
Querido símbolo da terra, 
Da amada terra do Brasil!



http://www.youtube.com/watch?v=m-mOcJVu9WE

HINO NACIONAL BRASILEIRO





HINO NACIONAL

Parte I
Ouviram do Ipiranga as margens plácidas De um povo heróico o brado retumbante, E o sol da liberdade, em raios fúlgidos, Brilhou no céu da pátria nesse instante.
Se o penhor dessa igualdade Conseguimos conquistar com braço forte, Em teu seio, ó liberdade, Desafia o nosso peito a própria morte!
Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve!
Brasil, um sonho intenso, um raio vívido De amor e de esperança à terra desce, Se em teu formoso céu, risonho e límpido, A imagem do Cruzeiro resplandece.
Gigante pela própria natureza, És belo, és forte, impávido colosso, E o teu futuro espelha essa grandeza.
Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil!

Parte II
Deitado eternamente em berço esplêndido, Ao som do mar e à luz do céu profundo, Fulguras, ó Brasil, florão da América, Iluminado ao sol do Novo Mundo!
Do que a terra, mais garrida, Teus risonhos, lindos campos têm mais flores; "Nossos bosques têm mais vida", "Nossa vida" no teu seio "mais amores."
Ó Pátria amada, Idolatrada, Salve! Salve!
Brasil, de amor eterno seja símbolo O lábaro que ostentas estrelado, E diga o verde-louro dessa flâmula - "Paz no futuro e glória no passado."
Mas, se ergues da justiça a clava forte, Verás que um filho teu não foge à luta, Nem teme, quem te adora, a própria morte.
Terra adorada, Entre outras mil, És tu, Brasil, Ó Pátria amada! Dos filhos deste solo és mãe gentil, Pátria amada, Brasil!
Letra: Joaquim Osório Duque Estrada
Música: Francisco Manuel da Silva
Atualizado ortograficamente em conformidade com Lei nº 5.765 de 1971, e com
art.3º da Convenção Ortográfica celebrada entre Brasil e Portugal. em 29.12.1943.



http://www.youtube.com/watch?v=HgJiOZXPJps

HINO A INDEPENDÊNCIA


Já podeis, da Pátria filhos,
Ver contente a mãe gentil;
Já raiou a liberdade
No horizonte do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Os grilhões que nos forjava
Da perfídia astuto ardil...
Houve mão mais poderosa:
Zombou deles o Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Não temais ímpias falanges,
Que apresentam face hostil;
Vossos peitos, vossos braços
São muralhas do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.

Parabéns, ó brasileiro,
Já, com garbo juvenil,
Do universo entre as nações
Resplandece a do Brasil.

Brava gente brasileira!
Longe vá... temor servil:
Ou ficar a pátria livre
Ou morrer pelo Brasil.



http://www.youtube.com/watch?v=eG3fvVrMXwk

INDEPENDÊNCIA DO BRASIL


Dia da Independência do Brasil
(Valeriano Luiz da Silva)
Foi o sonho de D.Pedro ver o Brasil liberto...
Praquela época parecia tudo certo
Mas o Brasil cresceu
E se desenvolveu.
É um país de contraste
De maioria tratada como traste
País de solo fértil onde tudo que se planta dá.
Mas no dia da independência muitos não têm o que comemorar
Sete de setembro fogão apagado
Na casa do descamisado
Não tem café coado
E comida é coisa do passado
País rico em diversidade
Poderia ser o celeiro da humanidade
Um dos maiores países do mundo
Onde não há guerrilhas e a maioria possui um amor profundo.
A esperança é que acabe a fome
e tenha menos desigualdades.
Que melhore as condições de estudo
e o pobre vá pra Universidade.
Que seja diminuída a carência
E também a violência.

segunda-feira, 22 de agosto de 2011

LENDAS FOLCLORICAS


Boitatá

Representada por uma cobra de fogo que protege as matas e os animais e tem a capacidade de perseguir e matar aqueles que desrespeitam a natureza. Acredita-se que este mito é de origem indígena e que seja um dos primeiros do folclore brasileiro. Foram encontrados relatos do boitatá em cartas do padre jesuíta José de Anchieta, em 1560. Na região nordeste, o boitatá é conhecido como "fogo que corre".

Boto

Acredita-se que a lenda do boto tenha surgido na região amazônica. Ele é representado por um homem jovem, bonito e charmoso que encanta mulheres em bailes e festas. Após a conquista, leva as jovens para a beira de um rio e as engravida. Antes de a madrugada chegar, ele mergulha nas águas do rio para transformar-se em um boto.

Curupira

Assim como o boitatá, o curupira também é um protetor das matas e dos animais silvestres. Representado por um anão de cabelos compridos e com os pés virados para trás. Persegue e mata todos que desrespeitam a natureza. Quando alguém desaparece nas matas, muitos habitantes do interior acreditam que é obra do curupira.

Lobisomem

Este mito aparece em várias regiões do mundo. Diz o mito que um homem foi atacado por um lobo numa noite de lua cheia e não morreu, porém desenvolveu a capacidade de transforma-se em lobo nas noites de lua cheia. Nestas noites, o lobisomem ataca todos aqueles que encontra pela frente. Somente um tiro de bala de prata em seu coração seria capaz de matá-lo.

Mãe-D'água

Encontramos na mitologia universal um personagem muito parecido com a mãe-d'água : a sereia. Este personagem tem o corpo metade de mulher e metade de peixe. Com seu canto atraente, consegue encantar os homens e levá-los para o fundo das águas.

Corpo-seco

É uma espécie de assombração que fica assustando as pessoas nas estradas. Em vida, era um homem que foi muito malvado e só pensava em fazer coisas ruins, chegando a prejudicar e maltratar a própria mãe. Após sua morte, foi rejeitado pela terra e teve que viver como uma alma penada.

Pisadeira

É uma velha de chinelos que aparece nas madrugadas para pisar na barriga das pessoas, provocando a falta de ar. Dizem que costuma aparecer quando as pessoas vão dormir de estômago muito cheio.

Mula-sem-cabeça

Surgido na região interior, conta que uma mulher teve um romance com um padre. Como castigo, em todas as noites de quinta para sexta-feira é transformada num animal quadrúpede que galopa e salta sem parar, enquanto solta fogo pelas narinas.

Mãe-de-ouro

Representada por uma bola de fogo que indica os locais onde se encontra jazidas de ouro. Também aparece em alguns mitos como sendo uma mulher luminosa que voa pelos ares. Em alguns locais do Brasil, toma a forma de uma mulher bonita que habita cavernas e após atrair homens casados, os faz largar suas famílias.

Saci-Pererê

O saci-pererê é representado por um menino negro que tem apenas uma perna. Sempre com seu cachimbo e com um gorro vermelho que lhe dá poderes mágicos. Vive aprontando travessuras e se diverte muito com isso. Adora espantar cavalos, queimar comida e acordar pessoas com gargalhadas.

FOLCLORE BRASILEIRO

O Brasil possui um dos folclores mais ricos de todo o mundo. São danças, festas, comidas, obras de arte, superstições, comemorações e representações que, pelos quatro cantos dos pais, exaltam a nossa cultura. Se o sul e o Sudeste brasileiro são regiões em que as manifestações folclóricas têm ocorrido com menor intensidade, por causa da crescente industrialização das cidades, no Norte, no Nordeste e no Centro – Oeste do país as tradições se mantém cada vez mais vivas. Há muito tempo elas fazem parte da vida de muitas pessoas. E a partir de agora, você vai poder conhecer um pouco sobre elas.

A origem do termo vem de uma palavra criada pelo inglês William John Thoms, a 22 de Agosto de 1.846.
FOLK = Povo
LORE = Conhecimento, saber.
Essa data foi consagrada como dia Mundial do Folclore.
Folclore é o conjunto de tradições, conhecimentos, adivinhações, provérbios, superstições.


Música: Folclore(Música: Asa Branca - Luiz Gonzaga)

Você sabe o que é o folclore ?

Vou lhe dar a explicação...
É tudo aquilo que vem do povo
E nasce livre do coração.

Tem a lenda da mãe d'água
Tem a história do saci
Do curupira, vitória-régia
Do caipora e jurupari.

Tem cantigas de criança
Tem modinha, tem lundu
Tem muito frevo, baião e samba
Cateretê e maracatu

Os ditados populares
Mostram o que o povo sente
Quem não tem cão, caça com gato
Olho por olho, dente por dente

Minha terra tem de tudo...
Tem angu, tem mungunzá
Tem carne seca, tem rapadura

Tem caruru e tem vatapá.


FONTE:http://profgege.blogspot.com/2008/08/folclore-brasileiro.html ACESSO EM 22/08/2011

terça-feira, 16 de agosto de 2011

ATIVIDADE 03 - ORIGEM E DESENVOLVIMENTO DO RACIOCÍNIO FILOSÓFICO - 3º ANO

Pense a respeito:
Já escolheu o que você quer na vida: conduzir ou ser conduzido?Seja lá o que escolher, assuma as responsabilidades e os riscos, sabendo, desde já que você é a pessoa mais importante do Universo...
- Fausto Oliveira -


http://livre--pensamento.blogspot.com/2009/04/exercite-o-raciocinio.html Acesso em 16/08/2011

Já tive pessoas...


  Hoje eu descobri que nem sempre o amor é correspondido, e por mais que desejamos alguém nos amar, isso pode não acontecer.
   Eu não sei quantas vezes o amor passa pela vida da gente, sei que já desperdicei o mesmo algumas vezes. Depois de tanto tempo, eu sei que um beijo correspondido é o que de melhor pode se sentir, e que realmente o beijo é o pedestal de qualquer relação. Podemos até ficar com várias pessoas que não correspondem com o nosso beijo, e falarmos pra elas, que realmente à amamos. Mas você tem certeza disso? Por mais que eu tenha feito isso, hoje eu sei que toda vez que acontecem brigas dentro de um namoro, elas arrancam um pouco da vontade de viver com aquela pessoa, e por mais que se beije depois que essa briga passar, isso não muda. O beijo constrói sim um amor!
    Já tive pessoas ao meu lado que realmente me amavam, faziam tudo por mim, e pra isso eu não dei valor, ignorei esse amor. E hoje, bom, hoje eu descobri o que é ser ignorado por alguém, o quanto é doloroso perder alguém com quem a gente quer ficar, o pior disso tudo, é ver essa pessoa com outra. Ouvi dizer que o nome disso é Ciúmes, mas meu amigo, é ai que você se engana, porque o nome disso é tristeza, e isso dói tanto na gente. Você pode até ficar com outra naquele instante, mas o seu pensamento está além disso.
    Percebi o quanto é importante acreditar em um amor, e quando ele passar por você, realmente o pegue. Se esse amor, se esse beijo for correspondido, a sensação de felicidade que você irá ter não irá ser momentânea, mas sim todos os momentos que você ter do lado dessa pessoa serão de felicidade. 

Celso Deretti Jr.

A VAQUINHA NO PRECIPÍCIO


Um sábio passeava por uma floresta com seu fiel discípulo, quando avistou ao longe um sítio de aparência pobre e resolveu fazer uma breve visita.
Durante o percurso ele falou ao aprendiz sobre a importância das visitas e as oportunidades de aprendizado que temos, também com as pessoas que mal conhecemos.
Chegando ao sítio constatou a pobreza do lugar. A casa era de madeira, faltava calçamento e os moradores, um casal e três filhos, trajavam roupas rasgadas e sujas.
Ele se aproximou do pai daquela família e lhe perguntou:
“Neste lugar não há sinais de pontos de comércio e de trabalho. Então, como o senhor e a sua família sobrevivem aqui?”
O senhor calmamente lhe respondeu:
“Meu amigo, nós temos uma vaquinha que nos dá vários litros de leite todos os dias. Uma parte desse produto nós vendemos ou trocamos na cidade vizinha por outros gêneros de alimentos e com a outra parte nós produzimos queijo, coalhada e outros produtos para nosso consumo. Assim, vamos sobrevivendo”.
O sábio agradeceu a informação, contemplou o lugar por alguns momentos, despediu-se e partiu. No meio do caminho, voltou ao seu fiel discípulo e ordenou:
“Aprendiz, pegue a vaquinha, leve-a ao precipício ali na frente e a empurre, jogando-a lá embaixo”.
O jovem arregalou os olhos espantando e questionou o mestre sobre o fato de a vaquinha ser o único meio de sobrevivência daquela família. Mas, como percebeu o silêncio absoluto do seu mestre, foi cumprir a ordem. Assim, empurrou a vaquinha morro abaixo e a viu morrer.
Aquela cena ficou marcada na memória daquele jovem durante alguns anos e um belo dia ele resolveu largar tudo o que havia aprendido e voltar naquele mesmo lugar e contar tudo àquela família, pedir perdão e ajudá-los.
Assim fez e quando se aproximava do local avistou um sítio muito bonito, com árvores floridas, todo murado, com carro na garagem e algumas crianças brincando no jardim. Ficou triste e desesperado imaginando que aquela pobre família tivera que vender o sítio para sobreviver.
Chegando no local, foi recebido por um caseiro muito simpático e perguntou sobre a família que ali morava há uns quatro anos, ao que o caseiro respondeu:
“Continuam morando aqui”.
Espantado, ao encontrar os familiares, viu que se tratava das mesmas pessoas que visitara com o mestre. Elogiou o local e perguntou ao dono:
“Como o senhor melhorou este sítio e está tão bem de vida?”
E o senhor entusiasmado lhe respondeu:
“Nós tínhamos uma vaquinha que caiu no precipício e morreu. Daquele dia em diante tivemos que fazer outras coisas e desenvolver habilidades que nem sabíamos que tínhamos. Assim, alcançamos o sucesso que seus olhos vislumbram agora”.
 Autor Desconhecido

SEUS 15 MINUTOS DE PODER


Era uma vez, há muitos anos, uma escola de anjos.
Conta-se que naquele tempo, antes de se tornarem anjos de verdade, os aprendizes de anjos passavam por um estágio. Durante um período, saíam em dupla para fazer o bem e, no fim de cada dia, apresentavam ao anjo mestre uma relação das boas ações praticadas.
Aconteceu de um dia dois anjos estagiários, depois de vagarem exaustivamente por todos os cantos, regressarem frustados por não ter conseguido realizar um salvamento sequer. Parece que naquele dia o mal estava de folga.
Enquanto voltaram, tristes, depararam com dois lavradores que seguiam por uma trilha. Nesse momento, um deles, soltando um grito de alegria, disse ao outro:
- Tive uma idéia! Que tal darmos poder a esses dois lavradores por quinze minutos para ver o que eles farão?
O outro anjo respondeu:
- Você ficou maluco? O anjo mestre não vai gostar nada disso!
Mas o primeiro retrucou:
- Que nada, acho que ele até vai gostar. Vamos fazer isso e depois contaremos a ele.
E assim fizeram.
Tocaram suas mãos invisíveis na cabeça dos dois e puseram-se a observá-los.
Poucos passos adiante, os lavradores se separaram e seguiram por caminhos diferentes.
Um deles, após alguns metros, viu um bando de pássaros voar em direção à sua lavoura. Passou a mão na testa suada e disse:
- Por favor, meus passarinhos, não comam a minha plantação. Preciso que essa lavoura cresça e produza, pois é dela que tiro o meu sustento.
De imediato, ele viu, espantado, a lavoura crescer em questão de segundos e ficar prontinha para a colheita. Assustado, esfregou os olhos e acelerou o passo, pensando que deveria estar mesmo muito cansado.
Aconteceu que, logo adiante, ele caiu ao tropeçar em um pequeno porco seu que havia fugido do chiqueiro. Mais uma vez esfregando a testa suarenta, disse:
- Você fugiu de novo meu porquinho! Mas a culpa é toda minha… Ainda vou construir um chiqueiro decente para você.
Mais uma vez maravilhado, ele viu o chiqueiro transformar-se em um local limpo e acolhedor, todo azulejado, com água corrente, e o porquinho já bem feliz instalado em seu compartimento. Esfregou novamente os olhos e, apressando ainda mais o passo, pensou: “Estou muito cansado!”
Assim que chegou em casa e abriu a porta, a tranca que estava pendurada no alto caiu sobre sua cabeça.
Ele tirou o chapéu e, esfregando a cabeça, disse:
- De novo… E o pior é que eu não aprendo mesmo. Também, não tem me sobrado tempo. Mas ainda hei de ter bastante dinheiro para construir uma casa grande e assim dar um pouco mais de conforto à minha mulher.
Naquele momento aconteceu o milagre: a humilde casinha foi se transformando numa verdadeira mansão diante de seus olhos. Assustadíssimo e sem nada entender, convicto de que todas aquelas visões eram decorrência do cansaço, jogou-se numa enorme poltrona e em segundos dormia profundamente.
Minutos depois, ouviu alguém pedindo socorro:
- Compadre, me ajude! Estou perdido!
Ainda sonado, sem entender o que acontecia, levantou correndo. Tinha na mente imagens muito fortes de algo que não entendia bem e que lhe parecia um sonho. Quando chegou à porta, encontrou o amigo em prantos.
Ele se lembrava de que minutos antes de se despedirem na trilha tudo estava bem. Perguntou o que havia acontecido e ouviu a seguinte história:
- Compadre, nós nos despedimos no caminho e eu segui para minha casa. Aconteceu que um pouco mais adiante vi um bando de pássaros voando em direção à minha lavoura. Fiquei revoltado e gritei: “Vocês de novo, atacando minha lavoura! Tomara que seque tudo e que vocês morram de fome!” No mesmo instante, juro, vi a lavoura secar e todos os pássaros morreram diante dos meus olhos! Pensei comigo “Devo estar cansado” e apressei o passo. Mais adiante, caí depois de tropeçar no meu porco que havia fugido do chiqueiro. Fiquei muito bravo e gritei: “Você fugiu de novo! Por que não morre logo e pára de me dar trabalho !? ” Compadre, não é que o porco morreu bem ali na minha frente? Acreditando estar vendo coisas, andei mais depressa ainda e, ao entrar em casa me caiu na cabeça a tranca da porta. Como eu já estava mesmo com muita raiva, gritei novamente: “Esta casa caindo aos pedaços… Por que não pega fogo logo e isso acaba de uma vez?” Para surpresa minha, compadre, a casa começou a pegar fogo na hora, e tudo foi tão rápido que nada pude fazer!
Assim que acabou de contar a história, o lavrador se deu conta da belíssima casa do amigo:
Mas compadre… O que aconteceu com a sua casa?! De onde veio esta mansão?
Depois de a tudo observarem, os dois anjos, muito amedrontados, foram contar ao anjo mestre o que havia se passado. Estavam apreensivos quanto à reação que teria o seu superior, mas tiveram uma agradável surpresa.
O anjo mestre ouviu com atenção o relato, parabenizou os dois pela idéia brilhante que haviam tido e resolveu decretar que, a partir daquele momento, todos os seres humanos desfrutariam de quinze minutos de poder na vida. Só que jamais saberiam quando esses quinze minutos lhe seriam oferecidos.
Será que os quinze próximos minutos são seus?
Muito cuidado, portanto, com tudo que você diz, com seu modo de agir e de pensar! Lembre-se : sua mente está sempre trabalhando para que tudo aconteça, seja algo bom ou algo ruim.
Autor Desconhecido

QUEM SÃO OS FILÓSOFOS


Os filósofos partem do princípio que o homem vive em busca da “verdade”. “Seu ‘conhecer’ é criar, seu criar é legislar, sua vontade de verdade é – vontade de poder”. (F. Nietzsche).Já Platão acredita que “são filósofos aqueles capazes de atingir o que sempre existe de maneira imutável” . Para o senso comum “todos filósofos são loucos”. E talvez tenham razão, sim são loucos porque transgridem.. para eles o mundo não é tão normal como pensamos ser. Outros não gostam de rodeios, “filósofos são aqueles que estudam filosofia”. A verdade que existem uma variedades de respostas. Abaixo alguns pensamentos de filósofos e não-filósofos, que podem nos auxiliar nesta empreitada!
“O esforço dos filósofos tende a compreender o que os contemporâneos se contentam em viver.” (Friedrich Nietzsche) 
“Nos dias de hoje existem professores de filosofia, mas não filósofos.”(Henry Thoreau)
“A razão dos filósofos é muitas vezes tão extravagante como a imaginação dos poetas.” (Marquês de Maricá)
“Quando um filósofo completa uma resposta, já ninguém se lembra qual foi a pergunta.” (André Gide)
“Os filósofos são mais anatomistas que os médicos: dissecam, mas não curam.” (Antoine Rivarol)
“O esforço dos filósofos tende a compreender o que os contemporâneos se contentam em viver.” (Friedrich Nietzsche)
“Aproximo-me suavemente do momento em que os filósofos e os imbecis têm o mesmo destino.” (Voltaire)
“O erro máximo dos filósofos foi pretender sempre que os povos filosofassem.” (Marquês de Maricá)
“A obscuridade e a prolixidade de certos filósofos lhes conferem uma aura de superioridade intelectual.” (Valter da Rosa Borges)
“Os filósofos limitaram-se a interpretar o mundo de diversas maneiras; o que importa é modificá-lo.” (Karl Marx)
“Não existe maior indício de ser pouco filósofo e pouco sábio do que desejar uma vida inteira de sabedoria e filosofia.” (Giacomo Leopardi)
“Para muitas pessoas, os filósofos são noctívagos inoportunos que as perturbam durante o sono.” (Arthur Schopenhauer)
“É lícito afirmar que são prósperos os povos cuja legislação se deve aos filósofos.” (Aristóteles)
“Não há filósofo que seja filósofo a todo instante.” (Ralph Waldo Emerson)
“A admiração é própria da natureza do filósofo; e a filosofia deriva apenas da estupefação.” (Platão)
“Os filósofos que acreditam na lógica absoluta da verdade nunca tiveram de travar uma discussão cerrada com uma mulher.” (Cesare Pavese)
“Estou plenamente de acordo com o filósofo que afirma ser o homem o parasita do boi.” (Jean Baptiste Alphonse Karr)
“Ser filósofo não significa escrever, significa viver.” (Felix Timmermans)
“O filósofo observa e medita. É um espelho que pensa.” (Abílio Manuel de Guerra Junqueiro)
“Não há nada de tão absurdo que não saia da boca de algum filósofo.” (Cícero)
“O bom filósofo é mau cidadão.” (Napoleão Bonaparte)
“Não é a barba que faz o filósofo.” (Thomas Fuller)

EPÍCTETO E SEUS PENSAMENTOS

"Quando você se ofender com as faltas de alguém, vire-se e estude os seus próprios defeitos. Cuidando deles, você esquecerá a sua raiva e aprenderá a viver sensatamente."

"Os que buscam a Sabedoria acabam compreendendo que, embora o mundo às vezes nos recompense por motivos errados ou superficiais, o que realmente importa é quem somos essencialmente e como estamos evoluindo."

"É impossível para um homem aprender aquilo que ele acha que já sabe."

"Não fale sobre suas aspirações espirituais com pessoas que não as apreciarão. Mostre seu caráter e seus compromissos com dignidade pessoal somente através de suas ações."

"Dentro da Ordem Divina, cada um de nós tem um compromisso particular. Descubra qual é o seu e siga-o fielmente."

"
Siga todos os seus impulsos generosos. Não os questione, especialmente quando um amigo precisar de você. Aja em benefício dele. Não hesite!"
"A vida não é uma série de episódios aleatórios e sem sentido, mas um todo ordenado e refinado que segue leis, em última análise, compreensíveis."

http://otaldafilosofia.blogspot.com/search/label/Pensamentos%20filos%C3%B3ficos

ORIGEM DA FILOSOFIA

Pintura "A escola de Atenas", de Rafael.
Olá, caros amigos!

Hoje venho escrever para vocês sobre algumas perguntas que me fazem bastante sobre a filosofia: quando começou a existir a filosofia, de onde veio esse nome, quem foram os primeiros filósofos e assim por diante...

Bom, vou expressar um pouco da história começando explicando que a filosofia já existia mesmo antes do surgimento de seu nome.

Por Zeus, como assim?

Na verdade, o termo filosofia vai surgir na Antiga Grécia, mas a busca do homem pelo conhecimento e pela verdade é muito mais antiga do que se pensa. Desde quando o ser humano se perguntou “Quem sou eu, de onde venho e para onde vou?”, ele já estava praticando a filosofia, ou seja, já buscava respostas. Essa é uma característica marcante no filósofo: a busca por respostas.

Essa busca por respostas ultrapassou o tempo. Foram milhares e milhares de anos até que chegamos a uma personalidade da filosofia chamada Pitágoras.

Ihhh!!!! Acho que assustei a alguns de vocês, né? Não? Deixe-me relembrá-los (hihihihi): a soma do quadro dos catetos é igual ao quadrado da hipotenusa. E agora?

Bom, Pitágoras e seus discípulos eram excelentes matemáticos. Acreditavam que compreendendo a lógica da aritmética, compreenderiam a lógica do universo e a lógica da vida. E não era só isso. Fala-se que os eles possuíam uma moral tão impecável que, ao andar narua, eram reconhecidos por sua forma de andar, vestir-se, tratar as pessoas e falar. E não de uma forma, como eu posso dizer para os dias atuais... já sei, uma forma burguesa, no sentido em dar valor ao formalismo. Não eram formalistas, mas possuíam uma forma, baseada na própria lógica do universo.

E alguém que pensasse como os pitagóricos pensavam , ou se comportasse como eles era até considerado sábio. , ao ser questionado Pitágoras de que se ele se considerava um sábio, ou em grego sophos, ele respondeu que não, mas era um philos-sophos, ou seja um amante da sabedoria. Pronto, está aí o surgimento da palavra Filosofia, que vem do grego philos (amigo, amante) + Sophia (sabedoria). O filósofo é aquele que ama a sabedoria, e, por amá-la, busca-a em tudo na vida. Em tudo mesmo, pois assim era a escola de Pitágoras, uma escola em que se estudava matemática, astronomia, arte, ginástica, dialética e tudo mais que era possível trazer a sabedoria para o homem. E assim foi também as várias escolas de filosofia que vieram posteriormente na Grécia Antiga e também assim era antes, em civilizações mais antigas como o Egito, a Índia, a Mesopotâmia e a China. Legal, né?

E é isso que é a Filosofia: essa busca constante por respostas e pela verdade, tudo isso por meio da ação, do sentimento e do pensamento, todos estes em conjunto.

Um abraço e até a próxima!



http://otaldafilosofia.blogspot.com/2009/08/as-origens-da-filosofia.html ACESSO EM 16/08/2011

ATIVIDADE 03 - MODO DE CONHECER O MUNDO - 2° ANO


Há muitos modos de conhecer o mundo, que dependem da postura do sujeito diante do objeto de conhecimento: o mito, o senso comum, a filosofia, a arte e a ciência.
Todos eles são formas de conhecimento, pois cada um, a seu modo, busca desvendar os segredos do mundo, atribuindo-lhe um sentido.

ATIVIDADE 03 - DIREITOS, PRIVILÉGIOS E OBRIGAÇÕES - 1º ANO


DIREITOS NATURAIS - São aqueles que possuímos desde o nascimento e pelo simples fato de sermos humanaos como o direito a alimentação, por ex.

DIREITOS ADQUIRIDOS - São aqueles que foram conquistados, exemplos são os diereitos trabalhistas como vimos na aula. Com o nascimento da indústria em meados do seculo XVIII e o incremento da produção de bens de consumo em larga escala,os trabalhadores não possuíam boas condições para trabalhar. Descanso aos domingos, salário digno, equipamentos de segurança e jornadas diárias que respeitavam os limites humanos, assim como todos os outros são direitos são direitos que só foram adquiridos muito mais tarde.

PRIVILÉGIO é um direito, mas que não é igual  para todos e contempla apenas uma pessoa ou uma parte de um determinado grupo social. Por isso se alguém possui um direito maior que o dos outros este alguém é um privilegiado, podem ter recebido  gratuitamente ou mesmo conquistado essa condição.



Obrigação é uma ação que precisa ser feita, ela está dentro do conceito moral de ação seja devido á regras, costumes ou valores, somos de certa forma, obrigados a agir em conformidade a eles.
Em relação aos direitos, a obrigação é importante para manter os direitos conquistados. Quando se passa muito tempo que um direito foi conquistado, perde-se a noção de direito e esquece-se o custo de sua aquisição transformado-o em obrigação.
Ex: O voto direto foi uma conquista àrdua e muito difícil, porém, depois que elegemos o primeiro presidente com o voto direto (Fernado Affonso Collor de Melo 1990) e tendo ele sofrido Impeachment, o voto direto passou ser para muitos brasileirtos uma obrigação odiosa.

FONTE: http://filosofandonssc.blogspot.com/2010/08/direitos-privilegios-e-obrigacoes.html ACESSO EM 16/08/2011


sexta-feira, 12 de agosto de 2011

MONALISA DE CAFÉ


Uma gigantesca Monalisa foi desenhada com 3.604 xícaras de café em Sidney, na Austrália. Cada tonalidade foi obtida misturando pacientemente café com leite.
A instalação é uma homenagem do 12° Rocks Aroma Festival, comemoração dedicada ao café. O evento tem mostras da bebida vindas de várias partes do mundo.
Monalisa na era da reprodutibilidade técnica virou recriação artística, com base numa coisa tão cotidiana e ao mesmo tempo preciosa para os adictos, como o cafézinho. Eis a arte.
Via: Eternallycool.net
Foto: acessada no Eternellycool.net

quinta-feira, 11 de agosto de 2011

COMO SURGEM AS EMOÇÕES E COMO ADMINISTRÁ-LAS?


 As emoções surgem das cadeias de pensamentos produzidas pelo processo de leitura da memória realizado em milésimos de segundos. Portanto, com exceção das emoções que são geradas pelo metabolismo cerebral e pelas drogas psicotrópicas, como tranqüilizantes e antidepressivos, todas as demais experiências emocionais são frutos da leitura da memória e da produção de pensamentos conscientes e inconscientes.
            Toda vez que você teve um sentimento, produziu, antes, um pensamento, ainda que não tenha percebido. Alguns acordam mal-humorados ou deprimidos, porque antes de despertar, leram a memória, produziram cadeias de pensamentos perturbadores em seus sonhos que excitaram a emoção e geraram humor depressivo. A tristeza ao entardecer segue o mesmo processo. A diminuição do ritmo de atividades sociais leva à introspecção, abre as janelas da memória, gera cadeias de pensamentos, gera a solidão.
            O processo de construção de pensamentos e emoções é rapidíssimo, não temos consciência dele. O Gatilho da Memória, abre um grupo de arquivos – Janela da Memória, diante de um estímulo. Essa janela é lida, produz pensamentos que transformam as emoções. O som de uma música, por exemplo, pode abrir uma janela da memória e produzir pensamentos que recordam doces experiências.
            O grande problema do processo da leitura da memória, construção de pensamentos e transformação de energia emocional é que o “EU”, que representa a capacidade de escolha, só toma consciência deles numa etapa posterior. Isso pode algemar sua liderança. Vejamos: ao assistir um filme de terror, você (seu “eu”) pode desejar não sentir medo, pois sabe que por detrás das cenas existem câmeras, diretor de imagem, assistente de produção, iluminador, etc. Todavia, quando a porta começa a ranger, o Gatilho da Memória abre uma janela contendo seus medos do passado. Isso produz pensamentos inconscientes, que transformam a energia emocional. Tudo é realizado em frações de segundos. Você prometeu que não iria sentir medo, mas o medo surgiu no teatro da sua mente antes que você conseguisse dominá-lo.
            Usando a figura do teatro, o maior desafio do “EU” é controlar e administrar o medo e a ansiedade depois que eles surgem.
Em qualquer experiência, os primeiros pensamentos e emoções surgem antes da consciência do “EU”. O “EU” deve sair da platéia, entrar no palco e dirigir a peça dos pensamentos e emoções.
Podemos evitar que a peça se inicie se reeditarmos o filme do inconsciente ou construirmos janelas paralelas.(Aprenderemos como fazer isso na próxima aula)
Há pais que começam um pequeno atrito com um filho e não param mais. Ficam mais de uma hora discutindo o mesmo assunto. Há pessoas que sofrem uma injustiça no trabalho e ficam pensando e se angustiando. Há pessoas tímidas que, por terem de enfrentar uma reunião social, martirizam-se semanas antes. Essas pessoas maravilhosas ficam assistindo ao teatro de terror na sua mente sem fazer nada. Não sabem que o “EU” não é obrigado a viver tais pensamentos e emoções. Não sabem que podem mudar a peça.
Para administrar a emoção, o “EU” deve praticar a técnica doDCD (duvidar, criticar, determinar). Deve rapidamente duvidar dos seus pensamentos perturbadores, duvidar do conteúdo doente das suas emoções. Deve questionar os motivos da sua reação, criticar sua ansiedade, exigir ser livre naquele momento. Enfim, deve usar a ferramenta do silêncio, se interiorizar e resgatar a liderança do “EU”.
Se o “EU” não duvidar e criticar as peças teatrais doentes que se encenam na sua mente, ele vai ser sempre vítima das suas mazelas psíquicas e dos seus transtornos emocionais.
           
Augusto Cury
Texto retirado do livro: 12 semanas para mudar uma vida

Pranto cotidiano


As vezes choro,
Sem saber o porquê.
O desespero me eleva,
E as lagrimas me tomam.

Meu peito é esmagado,
E nele penetrado o espinho de uma rosa.
Misturado de sentimentos,
Meu coração sofre.

Afundada em meu pranto,
Dúvidas surgem como nuvens,
Aparecem se esclarecendo,
E as vezes somem.

A cada lagrima,
Que me faço derramar,
Um suspiro tenta me explicar.
Minha mente é um poço de escuridão.


Cristiane Marli Walz